Bem-vindos, amigos visitantes!


A finalidade do blog SURDO HK é divulgar o trabalho de ensino especializado e os projetos desenvolvidos por profissionais que atuam na Escola Municipal de Educação Bilíngue para Surdos Helen Keller - EMEBS HK - São Paulo - Brasil.

Municipal Deaf Bilingual School Helen Keller – EMEBS Helen Keller – located in São Paulo City, SP, Braz

SOBRE NÓS...

Nossa história começou em 13 de outubro de 1952, a primeira escola pública de São Paulo a atender crianças surdas. Começamos em Santana, mudamos para o Ipiranga e nos estabelecemos no bairro da Aclimação em 1956.
Nestes 64 anos, presenciamos as transformações educacionais, linguísticas e culturais da Comunidade Surda Nacional, percorremos sua história, do oralismo ao bilinguismo.
Protagonizamos movimentos em defesa da educação para surdos, vivenciamos suas lutas e vitórias.
HISTORICAMENTE, a EMEBS HK transcende o Educacional, é um ESPAÇO SURDO legitimado pela comunidade surda e lideranças nacionais, palco de importantes eventos, discussões e deliberações políticas pelos DIREITOS DOS SURDOS.
Com o Decreto nº 52.785 de 10 de novembro de 2011, passamos de Escola de Educação Especial para ESCOLA DE EDUCAÇÃO BILÍNGUE PARA SURDOS e sobre esta concepção de ensino, a nota técnica nº10 do Programa Mais Educação de São Paulo, AFIRMA QUE... "reconhece o direito dos Surdos a uma educação bilíngue que respeite sua identidade e cultura, na qual a LIBRAS é a primeira Língua e, portanto, língua de instrução, e a Língua Portuguesa é a segunda, sendo objeto de ensino da escola na modalidade escrita."
O atendimento especializado foi ampliado sob a luz de novas legislações e hoje a EMEBS Helen Keller é uma escola voltada para educação de crianças, jovens e adultos com surdez, com surdez associada a outras deficiências, limitações, condições ou disfunções e surdocegueira.

Há pouco tempo, muitos destes alunos estavam em suas casas, excluídos do convívio educacional, e foi com muita coragem, empenho e disposição para estudos e pesquisas, que os professores da HK se especializaram ainda mais e assumiram a tarefa de receber esta demanda nas salas de surdos. É um trabalho diferenciado, pois as atividades são pensadas e planejadas individualmente; há uma ampla troca de experiências entre os professores e o compromisso em adaptar as atividades de acordo com as potencialidades e habilidades de cada aluno. As limitações não constituem uma barreira, mas um DESAFIO a ser superado!

31 de mar de 2015

Vivências escolares e pessoais, pra lá de significativas!!

Na última sexta-feira de cada mês, a sala de aula é o 
Parque da Aclimação.
Aula sobre meio ambiente e atividades ao ar livre!! Aprendizagem "in loco", muito além das paredes, do giz e lousa.
As crianças observam o ciclo de vida das plantas e o comportamento dos animais. O estudo de meio é uma excelente estratégia para aquisição de linguagem e língua, na Libras e Português escrito, na companhia de PROFESSORES BILÍNGUES e do INSTRUTOR DE LIBRAS SURDO. 
As vivências inspiram vários conteúdos e atividades em 
sala de aula.



O brincar também faz parte da aprendizagem de regras de convivência em grupo, rendendo boas lições de organização, cooperação e solidariedade! 

























E para finalizar este dia tão rico em experiências escolares e pessoais, celebramos, com muita alegria, a vida de cinco aniversariantes do mês de março!! 

VIVA!!!!! \o/ \o/ \o/ \o/ \o/ \o/







EMEBS HELEN KELER, 63 anos dedicados ao direito à EDUCAÇÃO voltada ESPECIALMENTE para SURDOS, na rede municipal de São Paulo!!

A aventura intergalática vai começar em 3...2...1...é AGORA!

...é AGORA, na aula de ARTE do Prof. Marcos Medeiros.
 A SUCATA permite explorar inúmeras possibilidades da imaginação e direciona os alunos para uma cultura sustentável de reutilização de embalagens e outros materiais como restos de tecidos, barbantes, corda, entre outros. 




























O material é trazido por toda comunidade escolar e armazenado em diferentes compartimentos, de acordo com a matéria prima. 








Depois é só partir para um tema, um cenário de teatro ou um projeto interdisciplinar, disponibilizar tintas, pincéis, canetas, tesouras, colas e o TALENTO e a ARTE eclodem das mãos dos alunos. 






A aprendizagem pode partir daquilo que muitos nem dão valor e descartam, o LIXO!!


O LIXO, transformado num espetáculo de cores e formas!!

20 de mar de 2015

I ENCONTRO PEDAGÓGICO DAS EMEBS/SME no Auditório HK!!

No dia 13 de março, o Auditório HK recebeu os profissionais das seis EMEBS - Escola Municipal de Educação Bilíngue para Surdos e Unidades Polo. Foi o  I ENCONTRO PEDAGÓGICO DAS EMEBS/SME, no "Seminário de Leitura da Educação Bilíngue: leitura em Libras ou leitura em Português?"
O encontro foi coordenado pela Profa. Neiva Aquino Albres, pesquisadora e autora de inúmeros artigos científicos e livros sobre ensino bilíngue para surdos e que, no momento, desenvolve um trabalho de assessoria na área de educação especial na Secretaria Municipal de Educação de São Paulo.
O encontro dos profissionais gerou reflexões sobre práticas pedagógicas, que possibilitam aos alunos surdos a construção de sentido na leitura de textos em Português, ou seja, o ensino da Língua Portuguesa - L² para surdos, a partir da comparação com a Libras - L¹.





















Os profissionais trocaram experiências e relataram a crescente  inclusão de alunos surdos com múltiplas deficiências nas EMEBS, uma realidade que demanda planejamentos praticamente individualizados, voltados para as especificidades de aprendizagem de cada aluno. 
Lembramos que, apesar da EMEBS Helen Keller ser uma escola voltada para educação de crianças, jovens e adultos com surdez, é a que possui o maior número de alunos com surdez associada a outras deficiências, limitações, condições ou disfunções e surdocegueira, da rede municipal de ensino.
A atual realidade das EMEBS deve ser levada em conta e servir de pauta para reflexões em futuros encontros.
A Profa. Ana Cláudia Camargo, pioneira no atendimento de surdos em Unidades Polo, trouxe notícias da demanda no CEU São Rafael: abrirá mais uma sala exclusiva de surdos fund I, conta com 3 crianças no CEI, 5 alunos na EMEI, 28 no Fund I e 18 no Fund II, todos incluídos em salas regulares.

Relação e localização das EMEBS da rede municipal de São Paulo:

ZONA SUL
EMEBS Anne Sullivan Manhã / Tarde / Noite DRE: Santo Amaro Rua Rodrigues Pais nº 512—Chácara Santo Antonio – CEP 04717-020 Tel: (11) 5183-5704 / 5181-9456 / 5182-4492

ZONA NORTE
EMEBS Madre Lucie Bray Manhã / Tarde DRE: Jaçanã Rua São Geraldo nº 236---Vila Constança – CEP 02258-220 Tel: (11) 2240-1005 / 2240-5315
EMEBS Mário Pereira Bicudo Manhã / Tarde DRE: Freguesia do Ó Avenida Félix Alves Pereira s/nº--Jardim Centenário – CEP 02882-303 Tel: (11) 3985-6179 / 3985-5745 

ZONA LESTE
 EMEBS Neusa Bassetto Manhã / Tarde / Noite DRE: Penha Rua Taquari Nº 459—Mooca – CEP 03166-000 Tel: (11) 2694-6923 / 2693-2374

ZONA OESTE
EMEBS Vera Lucia Aparecida Ribeiro Manhã / Tarde / Noite DRE: Pirituba Rua Benedito Pereira nº206 -Jardim Líbano – CEP 05138-120 Tel: (11) 3906-7229 / 3906-7057

CENTRO
EMEBS Helen Keller Manhã / Tarde / Noite DRE: Ipiranga Rua Pedra Azul Nº 314—Aclimação – CEP 04109-000 Tel: (11) 5573-0667 / 5573-4189



Unidades Polo:


CEU Capão Redondo- Prof. Dr. Celso Seixas Ribeiro Bastos – DRE CL
CEU CEI Capão Redondo
CEU EMEI Profa. Loreane Lallo
CEU EMEF José Saramago
Rua Daniel Gran, s/n – CEP 05867-380 – Capão Redondo – SP




CEU São Rafael – DRE SM
CEU CEI São Rafael
CEU EMEI Prof. Roque Spencer Maciel de Barros
CEU EMEF Profa. Cândida Dora Pino Pretine
Rua Cinira Polônio, 100 – CEP 08395-320 – São Rafael – SP